O Envelhecimento

O envelhecimento é uma das maiores preocupações para as mulheres. Sempre estamos atrás de tratamentos anti-rugas para evitar ou amenizar o processo.

Hoje vou mostrar aqui por que e como ele funciona.

O envelhecimento é um processo biológico e dinâmico que ocorre desde odia em que o ser humano nasce. Para as células e enzimas não seria diferente, elas nascem, crescem, cumprem sua função e morrem. Para isto, o organismo tem certa capacidade de regeneração celular, pois a pele humana é a que mais sofre com oenvelhecimento, a pele fisiologicamente envelhecida altera suas funções de proteção por falta de cuidados e agressões ocorridas. Os tecidos gradualmente passam por mudanças de acordo com a idade,sendo que, na pele, essas alterações são mais facilmente reconhecidas. Atrofia, enrugamento, ptose e lassidão representam os sinais mais aparentes de uma pele senil.

 

Pele jovem

A pele normal repousa sobre a gordura subcutânea (g), e éconstituída pela epiderme (e), e a derme (d). Na derme encontram-se estruturas importantes: folículospilosos (fo): bulbos onde se originam pelos; fibras colágenas (verdes): que formam redes densas ebem ordenadas (paralelas entre si), para dar resistência à pele; fibras elásticas (azuis): mais finas eem menor número, permitem que a pele possa ser esticada sem se romper, retornando depois ao seuestado normal.

Com o envelhecimento, as fibras colágenas (verdes) tornam-se mais finas eescassas; a rede formada por elas fica irregular e desordenada, perdendo resistência em algunspontos. Nesses pontos, a epiderme e a parte mais alta da derme acabam desabando, dando origemaos sulcos visíveis na superfície da pele (há dois sulcos representados no desenho). As fibraselásticas (azuis), por sua vez, tornam-se mais espessas e numerosas, formando aglomeradosdesordenados que prejudicam seu funcionamento. O resultado é uma perda da elasticidade da pele.

Há dois tipos de influência para o envelhecimento: os processos genéticos ou cronológicos que se resume no envelhecimento intrínseco, e o envelhecimentoextrínseco, que inclui o fotoenvelhecimento e os diversos fatores provocados pelo meio ambiente, sendo o principal, a luz solar abundante nos horários em que os raios ultravioletas (UV) são mais agressivos.

 

Envelhecimento Intrínseco

O envelhecimento intrínseco é o processo que conduzem o organismo à perda da vitalidade. São alterações que acontecem desde o nascimento e podem ser causadas por diversos fatores, como a queda dos níveis hormonais, a formação de radicais livres e o envelhecimento do sistema nervoso. O envelhecimento intrínseco  é aquele determinado por condições genéticas e que se caracteriza por tornar a pele fina,frágil e inelástica, ocorrendo por volta dos 30 a 35 anos de idade. Por maiores quesejam os cuidados com o processo do envelhecimento, há um momento onde a perda de suas funções orgânicas é inevitável.

Neste processo, estruturalmente a epiderme se torna mais fina, os corneócitos se tornam menos aderentes uns aos outros, e a interface dermoepidérmica se achata. O número de melanócitos e células de Langerhans diminuem, assim também como o tecido subcutâneo em algumas áreas, especialmente na face, bochechas e mãos. Com a idade avançada, há uma degeneração e redução das fibras elásticas, tornando a matriz destas fibras mais opaca, e as fibrilas mais curtas e alinhadas longitudinalmente.

 

Envelhecimento Extrínseco

É um processo biológico complexo que afeta várias camadas da pele, principalmente o tecido conectivo da derme. Os principais componentes do tecido conectivo são as fibras de colágeno, a rede de fibras elásticas e os glicosaminoglicanos. Ele é responsável pelas alterações clínicas visíveis na pele habitualmente exposta ao sol, como pele áspera, alterações pigmentares e enrugamento profundo. As radiações UVA e UVB são prejudiciais à pele e podem causar transformações celulares irreversíveis. A pele envelhecida pelo sol apresenta alterações na matriz do colágeno extracelular; e também é caracterizada por ressecamento da pele, pigmentação irregular, rugas, redução do tecido adiposo e atrofia, além do surgimento de sulcos e flacidez, em razão ao acúmulo de material anormal na pele.

 

No próximo post, teorias do envelhecimento!

Deixe uma resposta