Segurança em Cosméticos – Parte 4

Chegamos ao último post sobre segurança em cosméticos!

Hoje falarei sobre os testes de irritação ocular. Todos os produtos cosméticos que entram em contato com os olhos devem passar por este teste, para garantir que nenhum dano aos olhos possa acontecer. Os produtos mais indicados neste caso são os cremes para área dos olhos e shampoos/condicionadores, mas o correto é ser feito em todos os produtos pro rosto.

Este teste pode ser feito de duas formas:
In vitro: É feito em cultura de células da córnea. Uma solução diluída do produto cosmético é colocada em contato com a cultura de células por 24 ou 48. Depois do tempo definido, é feita uma análise para verificar a porcentagem de células que sobreviveram. Quanto maior a porcentagem, menos tóxico é o produto.

Com voluntários: Neste caso, o teste funciona para avaliar se existem incômodos na aplicação de produtos nos olhos, como por exemplos shampoos. O produto diluído é aplicado diretamente nos olhos dos voluntários, e por um tempo definido é observado se sinais de incômodo, irritação e/ou vermelhidão aparecem.

Depois da conclusão dos testes, o produto pode ter em sua embalagem o dizer ‘Oftalmológicamente Testado’.

Deixe uma resposta